No 27 de Maio de 2013

27.05.2013 - Categoria Geral | 1 Comentário

“Ao som do David Zé mato saudades e lembro as vítimas do 27 de Maio de 1977 em Angola. Nos quatro minutos que dura esta canção, lembro também os muitos que lutaram e sonharam por uma Angola independente mas que já depois dessa independência acabaram presos e torturados nas cadeias de Luanda e em campos espalhados por esse país.

Neste 27 de Maio, data trágica para tantos angolanos, lembro também o meu pai, que não cheguei a conhecer. Vergo-me perante a coragem da minha mãe, orgulho-me muitíssimo do meu outro pai de quem gosto tanto e lamento imenso que o meu avô, a minha avó e os meus tios tenham passado por uma tristeza tão grande.

Neste 27 de Maio espero ainda a criação de uma Comissão de Verdade. Um organismo independente que, ao menos, se esforce por encontrar as valas comuns e que possa entregar às famílias os restos mortais das milhares de pessoas que o regime fuzilou.

Obrigado pela vossa solidariedade.”

Rui Tukayana

JOÃO VANDUNEM (1952-2013)

12.02.2013 - Categoria Geral | 3 Comentários

João Van-Dunem

Faleceu na Alemanha, no dia 8 de Fevereiro de 2013, vítima de doença prolongada, o nosso querido companheiro João, que esteve presente no germinar desta ideia da Associação 27 de Maio e do seu site.

Como disse o nosso amigo Reginaldo, “fomos todos hóspedes da mesma cadeia de 1977”, o que ajudou a forjar ao longo dos anos as amizades. Fica na nossa memória a sua voz calma de inconfundível tom baixo, que nos ajudará a suportar o vazio da sua ausência, a que não nos queríamos habituar.
Ler artigo »

Justiça argentina condena símbolo da ditadura à prisão perpétua

29.10.2011 - Categoria Geral | Comentar

Alfredo Astiz

Outros onze militar também receberam a pena máxima em julgamento que durou quase dois anos 

O ex-oficial da Marinha de Guerra argentina Alfredo Astiz, 59 anos, símbolo da repressão criminosa durante a ditadura (1976-1983), foi condenado nesta quarta-feira à prisão perpétua, por crimes, torturas e sequestros. 

“Condeno Alfredo Astiz à pena de prisão perpétua por privação ilegítima de liberdade, tortura e homicídio”, informou o veredicto do tribunal argentino. 

Astiz, conhecido como o “Anjo louro da morte”, já foi condenado à prisão perpétua à revelia na França (1990) e na Itália (2007). 
Ler artigo »

Tukayana!

29.05.2011 - Categoria Geral | 14 Comentários

Rui Tukayana

Nas últimas semanas conheci em Luanda alguém muito especial que em português bem se poderia chamar “Venceremos”, pois será esta a tradução do seu nome Tukayana, Rui Tukayana, um vernáculo retirado da língua tchokwe, suponho.

Ler artigo »

Augustin Bizimungu, general ruandês durante o genocído de 1994, foi hoje condenado a 30 anos de prisão pelo papel que desempenhou no massacre.

19.05.2011 - Categoria Artigos | 3 Comentários

Augustin Bizimungu

Além de Augustin Bizimungu, o tribunal da ONU, sediado na Tanzânia, para julgar os crimes de guerra no Ruanda também condenou o antigo chefe da polícia paramilitar Augustin Ndindiliyimana, entretanto libertado por já ter cumprido a pena. O major Francois-Xavier Nzuwonemeye e o capitão Innocent Sagahutu foram ambos sentenciados a 20 anos de prisão por crimes contra a humanidade.

Ler artigo »

Sita Valles – O Livro

09.05.2011 - Categoria Maio Cultura | 9 Comentários

Revolucionária, Comunista até à Morte (1951-1977)
Leonor Figueiredo

Em Portugal, ainda há quem se recorde de Sita Valles, a jovem fuzilada em 1977 em Angola. A sua aura continua viva entre as gerações de estudantes universitários, particularmente os associativos que a conheceram, no início dos anos 70, nas faculdades de Medicina de Lisboa e Luanda. Foi uma grande líder do movimento estudantil e um quadro estimado do Partido Comunista Português e da União dos Estudantes Comunistas (UEC)e do M.P.L.A., em Angola.
Ler artigo »

Uruguai anula lei que amnistiava crimes da ditadura

14.04.2011 - Categoria Geral | Comentar

Uruguay desaparecidos

O Senado uruguaio aprovou na noite desta terça-feira o projecto interpretativo que anula a Lei da Caducidade. Durante 25 anos, essa norma impediu que fossem julgados os responsáveis por sequestros, torturas, desaparecimentos e assassinatos cometidos durante a ditadura que governou o país entre 1973 e 1985. Os opositores Partido Nacional e Partido Colorado votaram contra a iniciativa promovida pela Frente Ampla, que governa o país. Mas também houve discrepâncias dentro das fileiras dessa coalizão de centro-esquerda. O histórico militante tupamaro Eleuterio Fernández Huidobro submeteu-se à disciplina partidária e votou a favor do projecto, mas anunciou que renunciava à sua cadeira.
Ler artigo »

A propósito do “27 de Maio de 1977”

02.06.2010 - Categoria Artigos, Geral | 16 Comentários

'Massacre na Coreia' pintura de Pablo Picasso

Na vida é impossível renunciar ao passado, à memória. É necessário enfrentá-lo para que os fantasmas do passado não se transformem numa ferida que não cicatriza nunca
Pedro Almodover

Aproximava-se mais um “27 de Maio”, e enquanto me detinha a escrever estas linhas, andava a Espanha a ferro e fogo, em liça nos tribunais e ruidosos manifestos nas ruas. De um lado estão os vencidos que encaram o desalento como uma das razões que leva à perda da memória histórica, a dolorosa lembrança que os vencedores querem à viva força esconder. Recusam-se os primeiros a baixar os braços, empenham-se em apear os crimes do franquismo do regaço da impunidade, passo que os segundos receiam, não vá a coisa dar para o torto e um juiz mais afoito levar um sobejo de carrascos à barra de um tribunal. Ler artigo »

CARTA ABERTA AO PRESIDENTE DE ANGOLA

26.05.2010 - Categoria Artigos | 31 Comentários

José Eduardo dos Santos

Exmo. Senhor Presidente:

Dirigimos-lhe de novo um apelo, quem sabe pela insistência se obtenha a ansiada resposta que aguardamos há anos.

A nossa memória é perene e, passados trinta e três anos, a tragédia que desabou em Angola a 27 de Maio de 1977, insiste em estar presente. Se o seu silêncio, por demais continuado, acarreta o esquecimento, em nós, pelo contrário, incute perseverança, até que colhamos da vossa parte o sinal de vontade em dispensar tratamento digno a tão pungente assunto. Ler artigo »

Costa Martins (1938-2010)

10.03.2010 - Categoria Artigos, Geral | 2 Comentários

José Inácio da Costa Martins

Tem hoje lugar o funeral do Coronel da Força Aérea, José Inácio da Costa Martins, na sequência da queda de uma aeronave.

Militar de Abril, Costa Martins foi um dos obreiros do “25 de Abril” em Portugal, participou no comando das forças que tomaram o Aeroporto da Portela (Lisboa) e o Aeródromo Base nº. 1 de Lisboa, foi membro da Comissão Coordenadora do MFA, do Conselho de Estado, do Conselho da Revolução e ministro do Trabalho de quatro governos provisórios. Ler artigo »

Página 1 de 1012345678910